sábado, 19 de fevereiro de 2011
Então. Hoje descobri mais uma coisa sobre mim. E essa descoberta me ajudou muito. 
Bem, sou mãe assumida apenas um dia na semana. Como assim (?), você deve estar se perguntando.
Trabalho há apenas 20 dias numa empresa e ninguém tem idéia da minha gravidez, porque estou em período de experiência e se alguém souber, olho da rua - com certeza.
E isso faz com que a semana toda eu esconda a minha gravidez, ando com blusas largas e minha barriga fica bem disfarçada, como uma mulher gordinha apenas.
No dia da minha folga, como hoje, por exemplo, eu uso roupas normais pra mostrar minha barriguinha e isso me fez muito bem hoje. Assumir minha gravidez me fez ver por outro lado. As pessoas na rua me olham diferente, curiosas, motoristas de ônibus, etc e tal.
Descobri que não assumir minha gravidez, talvez me faça demorar mais a aceitar que vou ser MÃE e, mesmo que solteira, vou ser MÃE!!!


Me senti muito bem hoje, diferente de todos os dias da semana (Trabalho 6 dias na semana), pois as pessoas acariciaram minha barriga, disseram que estou uma grávida linda, opinaram sobre o sexo, mostraram ansiedade pra comprar roupinhas logo e tudo mais. E isso não posso fazer no trabalho. Fico tensa o tempo todo, prestando atenção se minha barriga tá aparecendo, encolhendo a barriga e isso me faz, de certa forma, uma pessoa tensa com uma situação que deveria estar sendo agradável pra mim...
Afinal... tenho que trabalhar. Arrumei esse emprego às pressas pra comprar parte do enxoval, e quem sabe, garantir meu auxílio-maternidade. Mas se o auxílio não for possível, ou seja se me mandarem embora depois da experiência, pelo menos fico sem dívidas e compro alguma coisa pro meu bebê. É uma situação delicada, tensa, estressante. Não poder ir com a roupa que me dá vontade, me arrumar de forma em que as pessoas vejam minha gravidez, é chato demais e me faz mal. Por isso ando tão introspectiva.


E hoje me soltei totalmente. Me senti MÃE, orgulhosa como eu já queria estar desde que peguei o resultado daquele exame em minha mãos.
Mas vou me segurar, faltam poucos meses pra continuar trabalhando e uma hora dessas não vai ter jeito, vão descobrir e vai ficar na mão deles a decisão, mas principalmente nas de DEUS, que confio.

2 comentários:

  1. Calma Mamãe... Não pode ficar tensa... Se você fica tensa... A pessoinha aí dentro tb fica.
    Agora vc não está mais sozinha no mundo. Nunca mais estará.
    Tudo vai se ajeitar. Quando a gente assume o filho, Deus põe a mão e tudo se encaixa.
    Confie.
    Beijão Cinthya.
    http://odivaadellas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Nivea... não fique assim...Pense que esse momento que vc esta vivendo agora nunca mais ira voltar..por isso...não tenha vergonha nem medo...Deus só nos dá aquilo que podemos suportar...beijos e adorei saber que é uma menina...Me chama pro chá de bebe...

    ResponderExcluir

Receba atualizações no Email.

Pesquisar sobre

Quem sou eu

Minha foto
Aos 34 anos, sagitariana com ascendente em capricórnio (discordo, mas fazer o quê?!), do Rio de Janeiro (com louca vontade de morar num lugar tranquilo), estudante de psicologia, mãe e pai da pequena Bia, de 5 anos. E esse blog fala da nossa trajetória.

Seguidores

Tecnologia do Blogger.