quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Um bebê tornará o amor mais forte, os dias mais curtos, 
as noites mais longas, a conta bancária menor,
o lar mais feliz, as roupas mais largas, 
o passado esquecido e fará um futuro que vale a pena ser vivido ...

*Não sei o que seria da minha vida hoje, se minha filha não existisse...

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Receba atualizações no Email.

Pesquisar sobre

Quem sou eu

Minha foto
Aos 34 anos, sagitariana com ascendente em capricórnio (discordo, mas fazer o quê?!), do Rio de Janeiro (com louca vontade de morar num lugar tranquilo), estudante de psicologia, mãe e pai da pequena Bia, de 5 anos. E esse blog fala da nossa trajetória.

Seguidores

Tecnologia do Blogger.