terça-feira, 3 de janeiro de 2012


Minha bebê já fez 6 meses no Natal! 

Tava pensando: Como puderam passar tão rápido, esses 6 meses??? Tanta coisa se passou, mas parece que tudo se passou em menos tempo! E não em 6 meses! Nunca vi nada passar tão depressa! Vou relatar o que aconteceu nesse tempo, mudanças, aprendizados, alegrias, tristezas... É como uma retrospectiva, né? Afinal, já estamos em outro ano! E nessa época, sempre olhamos pra trás e relembramos as coisas.

- Lembro como foram difíceis as primeiras noites após o nascimento da Bia. Eu chorava muito e ela também.

SOBRE MIM:

  • Tive problema e dificuldade na amamentação. A dor que eu sentia era tanta que eu estava achando pior do que a dor da CIRURGIA. Oh, Deus. Como eu sofri. Urrava de dor, ela chorava porque não sabia pegar o bico e eu porque estava com dor.
  • Comecei a curtir a ideia de ser mãe quando ela tinha 3 meses de nascida, daí relaxei. As maiores dificuldades do início estavam passando e estava sobrando mais tempo de curtir minha filhota. Sorrisos, gritinhos, conversas. Começou a aprender a pegar as coisas. Já senta, mas às vezes ainda cai. Isso não tem preço! É bom demais ver o desenvolvimento dela!! Antes disso, pensei que não tinha vocação pra ser mãe. Mas tô adorando.
  • Não emagreci após a gravidez. Pelo contrário, engordei muito. Esse tempo que fico em casa, me dá ansiedade e como horrores. Não consigo controlar. E isso é muito ruim, porque ao mesmo tempo que como pra satisfazer uma vontade minha, minha auto-estima fica comprometida e isso tem a tendência de me causar depressão. Na verdade, tinha, porque depois que minha filha nasceu, acho difícil alguma coisa me causar depressão. Mas me deixa mal e deixo de fazer as coisas que gosto: ir à praia, piscina, comprar roupas ou escolhê-las pra sair, me olhar no espelho, etc.
  • Sinto falta de algumas coisas que fazia antes dela nascer, mas sem sombra de dúvidas o que mais faz falta são as noites de sono despreocupadas ou as que eu estava na balada e dias sem responsabilidades a cumprir. 
  • Agora fico o tempo todo atenta para: hora de mamadeira, hora de trocar fralda, hora de dar papinha, suco, dar banho... Tenho que pensar se vou deixar em creche, se vou arrumar uma babá, se o emprego vai me chamar a qualquer momento e vou ter que deixar minha pequena sob a responsabilidade de alguém, tenho que pensar no que falta comprar pra ela, etc.
  • Mas, mesmo assim, adoro ser mãe! Minha filha chegou numa época em que eu era muito infeliz, sempre pensava em sumir, queria muitas vezes morrer, não tinha gosto pela vida mais. Havia anos, isso acontecia. Tinha muita tendência à depressão. Ela chegou e mudou tudo. Mesmo que minha vida tenha mudado tanto, mesmo que eu tenha me tornado mãe solteira se planejar, mesmo que as responsabilidades estejam todas sobre mim e nenhuma sobre o pai dela, ainda assim, amo minha filha incondicionalmente e não sei como minha vida estaria hoje, se ela não tivesse chegado pra alegrar os meus dias!
(Sobre a retrospectiva da Bia, falei no post anterior.)

11 comentários:

  1. Aproveite cada segundo, pois passa muito rapido... O meu já está com 3 anos e meio. Parece que foi ontem que fui descobrir a gravidez...
    Que Deus abeçoe mto vcs
    http://maosdemocas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. vim conhecer seu blog atrasves dA UNIAO DAS BLOGUEIRAS...achei muito legal... tenho uma bebe de 7 meses, sofri muito para amamentar e fui firme... ate hoje ela mama...
    eu tbm fui mae solteira, fui pq depois de 2 anos q a RAFAEELY, LUZ DA MINHA VIDA, nasceu, conheci uma pessoa maravilhosa e me casei, acabou q ele cuida da rafinha como se fosse dele.. e hoje tudo esta se EMcaminhando
    RAFAELLY E MILENA SÃO TUDO NA MINHA VIDA.. NÃO PODERIA EXISTIR SEM MINHAS RIQUEZAS...

    ESPERO Q POSSAMOS COMPARTILHAR SER MAE, JUNTAS... ESTOU SDEGUINDO SEU BLOG
    SE PUDE FAZ UMA VISITA EM ALGUM DOS MEUS

    BJU, DESCULPE ERROS DE DIGITAÇÃO, MAS MILENA ESTA AQUI NO COLO PUXANDO MEU CABELO...


    T+

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Eliane! Muito legal você compartilhar comigo essa questão de ter sido mãe solteira, agora casada. Tenho esperança de que tudo se acerte assim pra mim tb. Ainda amamento a Bia também, tem vezes que ela dorme bem mais fácil depois de chucha meu peito, mas pra alimentar mesmo, só com mamadeira, porque ela tem muita fome. Também não sei o que seria da minha vida hoje, se minha filha não tivesse nascido, então a questão de ser mãe solteira está sendo superada, ainda mais que o ano novo já está me trazendo coisas boas, o pai dela está se reaproximando. Vamos compartilhar sim, nossas experiências, conto muito delas no meu blog pra ajudar outras mamães e pra receber ajuda também.

    Beijos pra vc e volte sempre.

    “Seguindo seu blog.”

    ResponderExcluir
  5. Oi, Jô! Passa rápido demais mesmo. Quando vou vendo que ela está perdendo roupas tão lindas, está começando a querer falar, sentar, chamar a atenção e tudo o mais, penso em como parece que foi ontem que ela nasceu. Que vontade de que passe mais devagar pra curtir muito mais! Agradeço o comentário e volte sempre aqui. Bjss

    ResponderExcluir
  6. Oi Nivia! Adorei o blog e sua iniciativa de dividir conosco a sua história. Também fui mãe solteira durante 2 anos e meio, mas depois acabei reatando com o pai dele e estou casada até hoje. Sei muito bem a barra que é, não sei qto a vc, mas tive mtos problemas na época com minha família, mas tudo passou e agora estamos muito bem e felizes.
    Sou da União das blogueiras e já estou te seguindo, e vou seguir mesmo!!!rsss Adoraria receber sua visitinha em meu blog tb.
    bjs

    www.cantinhodajuju-juju.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Minha linda,
    eu que agradeço a sua visita e comentário lá no blog,
    beijos...
    e saude a baby!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Juju. Muito legal vc ter reatado e estar feliz agora. Os filhos precisam da figura de um pai. O pai da minha, reapareceu agora. Acho que com a chegada do ano novo, ele colocou a mão na consciência e viu que não poderia ficar ignorando a existência da filha dele. Vamos ver no que vai dar. O ideal é que os 3 vivam juntos, mas se não der, que ele pelo menos assuma de verdade a filha linda que ele tem e que é a cara dele!!! rsrsrs Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Nossa q lindaa' 6 meses\OO
    q lindaaa ...é vdd ne , a cada segunda eles crescem mais emais..
    meu irmão q parece ontem estava cm ele no colo, hj ja ta cm 6 aninhos...
    beijaooo'
    adorei seu blog..
    obg por sua visitinha em meu blog... eu adoreei *-*

    beijao
    Lay,
    http://layana-souza.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Somos amigos lá no Dihitt e queremos lhe convidar a conhecer o nosso mais novo Agregador de Links da web http://nabocadosapo.com

    Venha participar e aumente suas visitas aqui não se exige muito de você, basta preencher o formulário e em seguida postaremos o seu link.

    Não deixe de visitar a seção “Parceiros” - http://nabocadosapo.com/parceria e aumente suas visitas. Confira as vantagens.

    Na Boca do Sapo – Mais visitas para a sua página

    Desde já agradecemos por sua atenção!

    ResponderExcluir

Receba atualizações no Email.

Pesquisar sobre

Quem sou eu

Minha foto
Aos 34 anos, sagitariana com ascendente em capricórnio (discordo, mas fazer o quê?!), do Rio de Janeiro (com louca vontade de morar num lugar tranquilo), estudante de psicologia, mãe e pai da pequena Bia, de 5 anos. E esse blog fala da nossa trajetória.

Seguidores

Tecnologia do Blogger.