domingo, 6 de março de 2011
Estou cansada.
Estou cansada de tanta coisa...
Estou cansada de reclamar...
Estou cansada de tanta ignorância...
Cansada de tanto egoísmo...
Cansada de tantos mal tratos às crianças, sem punição alguma.
Exausta de tanta falta do que fazer das pessoas, enquanto eu tenho tantas coisa a fazer, realizar...
Exausta desse desânimo que me assola quando tenho que ir trabalhar...
Exausta dessa vontade de nada fazer, se TENHO que fazer!
Estou cansada de querer sempre alguém ao meu lado, me dando carinho, atenção, respeito.
Isso! Estou extremamente EXAUSTA da falta de respeito de um ser humano para com o outro!!!
Parem o mundo, eu quero descer!!!!


Estou farta. Farta de ser forte, de ser fraca. Pois é, tenho os dois lados da moeda: Tão forte e resistente para algumas coisas e tão fraca para outras. FRÁGIL.
Estou farta de ter que esquecer o que me fazem, ter que relevar as injustiças contra mim e contar os outros, eu que sempre odiei a injustiça.
Estou farta de ter que ficar calada por tudo isso!!
Quero falar!! Quero gritar!!! Quero chorar!!!





Estou farta de tanto sacrifício, tanta cobrança, tanta decepção e de tanta percepção!
Pois é, porque eu percebo as coisas à minha volta. Percebo como as pessoas se tornam piores a cada dia
e nessa percepção, me torno pior do que elas!!
Entre numa de egoísmo também para me vingar de tanto individualismo que presencio.
E aí alguém pode me chamar de egoísta? Até aceito ser chamada, mas apenas por uma pessoa que ainda respeita leis, idosos, grávidas, mulheres, crianças, animais e etc.
Por que em minha vida, fiz de tudo pra manter o respeito às pessoas pra ser respeitada sempre, mas não vejo esse respeito para comigo. Então... Me trono uma outra pessoa. Uma pessoa que não queria ser, mas que as outras pessoas me fizeram e fazem ser.


O PROBLEMA é que quando sou boa, sou demais, mais quando sou ruim - Vixe! Nem queiram saber!!


Estou cansada também dessa revolta que não passa! Que só aumenta. 
Desse medo de sofrer ainda mais, depois de tudo o que já passei na vida...
Cansada de ser considerada sem juízo porque engravidei daquele cara que não tá nem aí pra mim. Será que as pessoas não vêem e levam em consideração que tive juízo a vida toda até os 28 anos?? E no meu "primeiro" maior deslize (Claro que com conseqüências consideráveis.) sou tida como a "desajuizada"??
Me cuidei muito a vida toda. Me precavi. Até afastei pessoas por parecer, pra elas, centrada demais! Agora as pessoas vem com essas palavras: juízo daqui pra frente, hein, menina!!
O que ganhei com esse juízo todo??
Ai, vocês me cansam!


EXAUSTA. EXAUSTA DE ESTAR EXAUSTA.

Nívia F.

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Receba atualizações no Email.

Pesquisar sobre

Quem sou eu

Minha foto
Aos 34 anos, sagitariana com ascendente em capricórnio (discordo, mas fazer o quê?!), do Rio de Janeiro (com louca vontade de morar num lugar tranquilo), estudante de psicologia, mãe e pai da pequena Bia, de 5 anos. E esse blog fala da nossa trajetória.

Seguidores

Tecnologia do Blogger.