domingo, 7 de agosto de 2011




Descobri por que a Anna chora tanto!!!!! Sempre penso: Por que a minha bebê chora mais do que o das pessoas? Deus poderia ter me dado uma bebê menos chorona. Rsrsrs

Agora sei o motivo:

O pequeno canceriano é um dos bebês mais emotivos do zodíaco. O que ele mais deseja é receber mimos e carinhos. Sua segurança emocional vem da rotina e da estabilidade de quem cuida dele. É uma criança caseira, que não gosta de muita agitação e que cria fortes vínculos com as pessoas que fazem parte do seu cotidiano. É sensível às trocas de babá, berçarista, pediatra e a todo tipo de mudança em geral. Este bebê vai gostar de histórias e teatrinhos desde cedo, pois sua capacidade imaginativa é muito grande. O estômago dos pequenos cancerianos é delicado. Eles podem ter intolerâncias alimentares, refluxos e enjôos ao passear de carro. Alimentar-se muito ou pouco demais são formas inconscientes dos cancerianos chamarem a atenção, especialmente das suas mamães.

O bebê de Câncer (ou caranguejo) é sensivel emocionalmente. Ele provavelmente vai chorar mais que os outros. Por isso, segurá-lo e confortá-lo tem grande importância. Ele precisa se sentir seguro. Discussões na frente desse pequeno Caranguejo pode ser uma má idéia. Família pra ele é tudo.
Câncer é o signo da memória, e o seu bebê vai reter memórias do passado, boas ou más. Essa poderia ser uma criança que se perde no supermercado por dois minutos e, pelo resto da vida se lembrar disso como uma rejeição por parte de sua mãe (ou pai). Por essa razão, ele precisa aprender que está seguro, que é amado, principalmente pela família. A família será sempre mais importante para esse bebê que qualquer amizade. Finalizando, o bebê de Câncer é caseiro e precisa da sua família mais que tudo. 

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Receba atualizações no Email.

Pesquisar sobre

Quem sou eu

Minha foto
Aos 34 anos, sagitariana com ascendente em capricórnio (discordo, mas fazer o quê?!), do Rio de Janeiro (com louca vontade de morar num lugar tranquilo), estudante de psicologia (mas cheia de problemas de cabeça. rsrrsrsrs), mãe e pai da pequena Bia, de 5 anos. E esse blog fala da nossa trajetória, dos meus sentimentos, minhas muitas lamentações, etc.

Seguidores

Tecnologia do Blogger.