segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Gente, como a vida passa rápido! Minha filha já está com 4 meses!!! Linda, "falante", já faz pirraça, nem bem ainda foi criada e já faz malcriação!! Esses dias escapou pelo "buraco" do carrinho! Estava com minha mãe em casa. No outro dia, saí 1 minuto do quarto e a deixei deitada, imóvel, pois tinha acabado de acordar. Quando voltei, ela estava de bruços!!! Fala feito uma tagarela e canta quando ouve uma música!!!! Adora se olhar no espelho. Brinca com as próprias mãos, quer pegar as coisas que vê. Ela já fica quietinha no berço, acordada, simplesmente brincando com as mãos ou olhando pra fadinha que tem na parede, com as suas mãos dentro da boca, toda independente. Fica até mais um pouquinho no berço de manhã, antes de começar a gritar e a tossir pra me chamar. E outra: Não posso deixá-la na cama e me sentar no computador, porque ela também fica gritando pra chamar minha atenção.

4 meses! O papai tão longe, desinteressado, perdendo os melhores momentos do desenvolvimento da Nanna.
Falando nele, tive que mudar de ideia pelo bem da minha filha. Ela tem o direito de usar uma sapato do tamanho do pé dela, como não estou trabalhando e dependendo totalmente da minha mãe, ela tá usando um sapatinho apertado no pé dela. Tadinha, não merece isso. As fraldas estão acabando, a quantidade de mamadeira está aumentando porque ela tá crescendo e tendo mais fome, com isso, dou mais mamadeira porque leito do meu peito só não é suficiente. Começou a comer frutas, papinha salgada, tudo isso é gasto. Meu coração de mãe fica apertado quando precisa comprar alguma coisa pra ela e não posso, porque tenho que pedir a minha mãe, que deveria apenas estar curtindo a neta e não sustentado-a. Queria poder comprar as roupinhas lindas que vejo, os brinquedos divertidos, acessórios. Mas se Deus quiser vou poder. Isso é passageiro. E enquanto não posso, vou colocar o sr. pai na justiça pra que ele dê os R$100,00 dele. Ele disse que ia pedir DNA se eu pedisse pensão, só pra demorar mais a pagar a pensão porque disse ele que teria que esperar o resultado do DNA pra começar a pagar. Infelizmente, minha filha é a cara dele e felizmente ele vai se quebrar quando olhar o resultado do teste. Boa sorte, sr. pai.

Falando de coisa boa:

Ontem furei a orelhinha da minha princesa! Nossa! Como ficou linda, não consigo parar de falar isso pra ela. Rsrsrsrs

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Receba atualizações no Email.

Pesquisar sobre

Quem sou eu

Minha foto
Aos 34 anos, sagitariana com ascendente em capricórnio (discordo, mas fazer o quê?!), do Rio de Janeiro (com louca vontade de morar num lugar tranquilo), estudante de psicologia, mãe e pai da pequena Bia, de 5 anos. E esse blog fala da nossa trajetória.

Seguidores

Tecnologia do Blogger.