domingo, 2 de outubro de 2011

Um dia direi: fui feliz,
chorei... gritei.
Fiz de mim o que quis pra ser feliz.
Derramei lágrimas demais, corri...
corri atrás do que achava certo pra ser feliz.
Um dia direi: senti...
Senti todos os prazeres que pude,
todos os amores que me permiti
e toda emoção que meu coração esperou.
Um dia direi: valeu.
Valeu à pena chorar por um amor que se foi,
lutar pelo amor que se tem,
viver a vida bem além.
Um dia direi: não me perdi de mim
 em meio a dor,
mas me perdi em meio ao amor.
Dei de mim o meu tudo,
fui até o fim do mundo
e hoje digo: Fiz o que tinha que ser feito... 
Só quero ser feliz.

Autor desconhecido

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

Receba atualizações no Email.

Pesquisar sobre

Quem sou eu

Minha foto
Aos 34 anos, sagitariana com ascendente em capricórnio (discordo, mas fazer o quê?!), do Rio de Janeiro (com louca vontade de morar num lugar tranquilo), estudante de psicologia, mãe e pai da pequena Bia, de 5 anos. E esse blog fala da nossa trajetória.

Seguidores

Tecnologia do Blogger.